quinta-feira

Temperos exóticos e uma paixão pela culinária indiana



Acho que nós gaúchos somos bem mais contidos que o restante do país quanto á temperos e comidas exóticas. A maioria dos temperos que eu hoje exibo com tanto orgulho na minha cozinha, eu só conheci de uns dois anos pra cá. Azeite de dendê, por exemplo, eu experimentei pela primeira vez há um mês, e amei, e me pergunto por que essa mania de gaúcho cozinhar só com óleo de girassol?

A minha mais nova "paixão" é o açafrão, que eu só conhecia do tradicinal risoto italiano e que hoje mesmo temperou um frango com pimentões no almoço aqui de casa. Lembro de uma conversa com meu pai na cozinha da casa dele (meu pai tem problemas cardíacos e de tempos em tempos precisa ficar hospitalizado), ele fazia uma massa com frango e me dizia: "minha filha, comida tem que ter cor. Comida sem cor eu como no hospital." Só precisei dormir no hospital quando tive meu filho, mas foi o suficiente. Concordo com o meu pai, comida tem que ter cor, mas vou um pouco além, tem que ter tempero.

Junto com o açafrão, veio a minha paixão pela culinária indiana: as pimentas, a cúrcuma, o gengibre, os cravos... Qualquer planta, raiz, semente, folha, casca, bulbo, fruto ou hortaliça é transformada em condimento. Eu acho isso tão bacana... Menta, hortelã, as sementes de mostarda e o tamarindo. Sem esquecer dos molhos, a mistura de frutas, hortaliças e ervas aromáticas: os chutney e os achars. O chutney, molho agridoce, e os achars, preparados com frutas e hortaliças conservadas num suco de vinagre.

No meio do ano que vem eu termino meu curso de gastronomia e pensamos sériamente em deixar Porto Alegre. As vezes pensamos em ir pra longe e em outras, em ir pra cidade dos meus pais, pra deixar o Vicente correr por aquelas terras, enquanto eu me delicio em uma cozinha grande. O que não resta duvida é que a culinária indiana vai fazer cada vez mais parte dos meus pratos e até do meu trabalho.
Paixão, sabe? Não dá pra dissociar.

8 comentários:

Tá Bem Bom 20.11.08  

Olá Te recomendo o Livro Arqueologias Culinárias da Índia (Fernanda Camargo-Moro) tem na livraria cultura. É uma viagem pelas índias. Parabéns por permitir que a culinária oriental penetre no seu paladar, atualmente costumo fazer uso de um massala, criado na hora, na intuição, para nossa comida do dia a dia. Inté Leo.

ameixa seca 20.11.08  

Eu conheço pouca coisa da cozinha indiana. Mas eu acho os temperos, as especiarias, as aromáticas algo fantástico. Há nelas uma capacidade enriquecedora incrivel :)

anna 20.11.08  

Não sou muito de usar temperos exóticos, mas gosto bastante de os experimentar...
Beijinhos.

Nani 20.11.08  

Há uma mistura de misticismo e mistério em tudo que diga respeito á Ìndia, bjs

Luciana 23.11.08  

Também não conheço muito sobre comida indiana, mas penso que com esses temperos deve lembrar a comida baiana que também é carregada em temperos. Eu gosto muito de experimentar e pretendo aperfeiçoar bastante meu paladar.
Bjos, Lú.

martina 1.12.08  

nao é à toa que há 600 anos o caminho pras índias era assunto de estado...

Usuale 15.12.08  

Achei um site bem legal pra buscar culinária, aí vai o endereço: http://www.ziipi.com/result?pesquisa=culin%E1ria

AndreaDomingas 7.2.09  

Oi Talula,
estou visitando pela primeira vez o seu cantinho e o achei muito simpático! Me chamou a atenção este seu texto e gostaria de recomendar um blog muito bacana, contendo várias receitas indianas! É o blog Agdá! A autora é uma baiana casada com um indiano!
Bjs

Seguidores





Voltar ao TOPO.

  Para reproduzir texto, imagem ou qualquer outra criação intelectual de Laptop na Cozinha, é necessária

  autorização prévia, que deve ser solicitada pelo e-mail. Não basta citar a fonte ou dar créditos.


  © 2010-2012 Laptop na Cozinha. Todos os direitos reservados.